Quais são esses 10 países que podem não sobreviver nos próximos 20 anos.  Vamos direto a lista.

10 – Espanha

bandeira_espanha

Não fique tão surpreso em ver Espanha entre os 10. A dura realidade é que a Espanha está beira do colapso desde a crise de 2008.

O pior pesadelo que está acontecendo na Espanha é a crise econômica. Dívida nacional da Espanha em relação ao PIB está 94%. A taxa de desemprego também está subindo rapidamente. 24% dos cidadãos espanhóis estavam desempregados janeiro de 2015. Como se isso não fosse suficiente, os poderes regionais na Espanha podem facilmente quebrar a Espanha em 2 regiões separadas nos próximos 20 anos.

A região localizada na Espanha ocidental chamado Catalunha está buscando um movimento de independência com forte apoio da população. Esta região varia muito, em termos de cultura com o resto da Espanha. Para mostrar como eles estão empenhados sobre a independência, em 2013, eles formaram 300 milhas de corrente humana ao redor do país para cortá-lo da Espanha.

A região dos Bascos no norte da Espanha, também está tentando ganhar impulso para a sua independência. Há quarenta anos o grupo terrorista ETA (Pátria Basca e Liberdade) busca a independência política e territorial. O povo basco luta por um território que se encontra no nordeste da Espanha e sudoeste da França.

catalunha-independecia

Milhares saem as ruas pedindo independência da Catalunha

bascos_corrente_humana

Bascos formam corrente humana de 123 km pedindo voto por independência

9 – Coréia do Norte

bandeira_coreia_do_norte

A Coréia do Norte isolou-se do resto do mundo fazendo-a ficar para trás em grande margem em termos de avanços tecnológicos. A Coreia do Norte tem rigorosa política de auto-suficiência, mas não tem recursos suficientes dentro de suas fronteiras para sobreviver os próximos 20 anos.

Se em algum momento a Coreia do Norte decidir abandonar o isolamento e iniciar o comércio com outros países, há grandes chances de que o governo existente do regime Kim saia de cena por uma guerra civil interna.

Os direitos civis são tratados com bastante rigor. O acesso à internet, por exemplo, é fornecido para um conjunto pequeno de pessoas.

Há chances que o governo de Kim Jong tentará reformas ao estilo chinês, em uma tentativa de copiar China. Mas isso só pode acelerar o desparecimento Coréia do Norte.

coreia-do-norte

Presidente da Coréia do Norte – Kim Jong-uncoreia-do-norte1

8 – Bélgica

bandeira-belgica

O grande problema com a Bélgica é a etnia. A população da Bélgica está profundamente dividida em linhas étnicas. Na verdade, duas metades da Bélgica – Flandres e da Valônia têm pouco em comum um  com o outro.

A região de Valônia é dominado por pessoas que falam francês. Muitas dessas pessoas querem união com a França ou independência.

Os Flandres tem etnia flamengas e também querem independência. Nos próximos 20 anos a Bélgica pode ser dividida em 2 países.

belgica
Flanders_big

Passeata para independência de Flandres

7 – China

china

A China tem uma das economia mais forte do mundo e depois do EUA e Rússia tem o terceiro exército mais poderoso do mundo.

Mas a China está à beira de um caos ecológico em seu ambiente interno.

A revolução industrial já começou a destruir o meio ambiente da China. Metade dos rios e reservatórios da China estão poluídos. 

De acordo com o governo chinês em 2030, a China vai ter usado toda a sua água potável.

De acordo com o Banco Mundial, a cada ano 250.000 pessoas morrerão prematuramente por causa da poluição.

O governo chinês tentou acabar com este relatório temendo amarga reação das pessoas. Mas senão forem tomadas medidas sérias , a China pode sucumbir em menos de 20 anos se os níveis de poluição permanecerem os mesmos dos dias atuais.

poluicao_china

Casal de chineses usa máscaras para se proteger da poluição em Pequim, onde os níveis alarmantes de poluição no ar fizeram com que as vendas de máscaras aumentassem (Foto: Wang Zhao/AFP)

Noivos posam com máscara de gás em protesto contra a poluição na China

Noivos posam com máscara de gás em protesto contra a poluição na China

6 – Iraque

bandeira-Iraque

Desde o ataque de 11 de Setembro, o Iraque virou o  centro das atenções para uma guerra política e complicada em que o EUA está por trás, sem dúvida, de olho no petróleo.

A ascensão do Estado islâmico também conhecido como ISIS trouxe a atenção internacional para as divisões profundamente enraizadas no Iraque.

Fronteiras originais do Iraque foram criados na era colonial por parte das autoridades britânicas no século 20 sem considerar as diferenças culturais na região.

Saddam Hussein era de alguma forma capaz de manter o Iraque unido pela força bruta. Mas agora o país está rapidamente caindo aos pedaços como parece em 3 grupos.

É muito improvável que esses 3 grupos – sunitas, curdos e xiitas se unirão novamente para formar o Iraque. O mais provável é que eles vão buscar criar 3 países separados do Iraque.

iraque-divisao

iraque-antes-da-guerra

Imagem do Iraque antes da Guerra

5 – Líbia

bandeira-libia

Similar ao Iraque, a Líbia é também o resultado da era colonial.

A Líbia estava sob o controle colonial da Itália até 1951.

A atual história da Líbia teve início em 1969, quando um grupo de oficiais nacionalistas, de forte alinhamento político-ideológico com opan-arabismo, derrubou a monarquia criou a Jamairia (República) Árabe Popular e Socialista da Líbia, muçulmana militarizada e de organização socialista. O Conselho da Revolução (órgão governamental do novo regime) era presidido pelo coronel  Muammar al-Khadafi. O regime de Muammar Khadafi, chefe de Estado a partir de 1970, expulsou os efetivos militares estrangeiros e decretou a nacionalização das empresas, dos bancos e dos recursos petrolíferos do país. Wikipédia

A guerra civil em 2011 patrocinada por países do Ocidente tirou do poder o coronel Kadhafi.

Desde a queda de Gaddafi, o país se desfez. A Líbia é majoritariamente dividido em 3 regiões – Tripolitânia, Cirenaica e Fazânia.

Pessoas nessas regiões são mais leais aos seus grupos tribais que ao próprio país. Uma segunda guerra civil na Líbia pode acontecer a qualquer momento é mais provável que a Líbia Unida não sobreviva a esses conflitos e se divida.

protestos-na-libia

4 – Estado Islâmico (ISIS)

bandeira-estado-islamico

O Estado islâmico foi o resultado de um rápido aumento repentino no poder em 2014 para o grupo de pessoas. Aproveitando o caos no Iraque e Síria conquistaram territórios e deram golpe de Estado militar eficaz.

Desde então Estado islâmico está em conflito com sua crescente lista de inimigos.

A desestabilização do Iraque e Afeganistão deu armas e força aos rebeldes do EI que foram armados pelo próprio Ocidente para derrubar o governo da Síria, mas o EI se voltou não só contra os governos da Síria, mas como também o próprio Ocidente.

São os responsáveis por recentes ataques terroristas a França. O EI segue a linha da barbárie de épocas tribais com seus inimigos.

Para a sobrevivência do Estado Islâmico, ele deve derrotar ou fazer a paz com o Iraque, o Curdistão, a Síria, o Exército Sírio Livre, Arábia Saudita, Irã, Rússia e da coalizão de países ocidentais atualmente empenhados no combate ao Estado islâmico.

estado-islamico

3 – Reino Unido

bandeira-reino-unido

Reino Unido é um Estado formado por quatro países: Inglaterra, Escócia, País de Gales e Irlanda do Norte. A chefe de Estado é a rainha Elizabeth II e o de governo um primeiro-ministro, eleito por um Parlamento central, em Londres

Lembra-se que o movimento de independência 2014 pela Escócia?

Foi convocado um referendo a população da Escócia se continuaria fazendo parte do Reino Unido ou não.

A contagem dos votos começou depois do encerramento das urnas às 22:00 BST (21:00 UTC) em 18 de setembro, nas 32 áreas do governo local. Com o resultado final divulgado, os escoceses decidiram permanecer como um país constituinte no Reino Unido. O “não” venceu por uma margem de cerca de 10 pontos percentuais e os nacionalistas reconheceram derrota. wikipedia

Escócia pode não ter conseguido obter a independência em 2014 mas certamente abalou a fundação do Reino Unido. Além disso, há um movimento semelhante acontecendo no País de Gales e Irlanda do Norte que busca autonomia e independência, possivelmente, para estas regiões.

Se qualquer uma dessas regiões obtenham a autonomia do Reino Unido, há uma forte probabilidade de que União do Reino Unido se extingue.

mapa-reino-unido

Independencia+Escocia

Referendo na Escócio. Homem fazendo campanha para o SIM

2 – Estados Unidos da América

bandeira-estados-unidos

Como você sabe guerras civis foram uma das principais razões para Estados Unidos se tornarem independentes. Muitas dessas guerras civis que causaram divisões existem até hoje, profundamente enraizada na população americana.

Se essas divisões e diferenças culturais nos Estados Unidos não são abortadas, é possível que alguns desses estados pode se libertar nos próximos 20 anos.

Há apenas a 3 anos atrás, em 2012, 50 estados apresentaram uma petição com centenas de milhares de assinaturas pedindo separação da União.

Os dois estados com maior probabilidade de abandonar a União são Alasca e Texas.

texas-independencia

eua_secede1

Em vermelho – Estados divididos: Estados que desejam se separar dos EUA

1 – Maldivas

bandeira-maldivas

Para todos aqueles que acham que o aquecimento global é coisa de ambientalista ativista radical, pergunte ao povo das Maldivas.

O nível global do mar sobe a um ritmo recorde. Segundo as recentes pesquisas dos cientistas da Universidade de Harvard (EUA), durante os últimos 25 anos, o mar ganhou 250% mais espaço à terra firme do que nos anteriores 90 anos do século passado. Em 2100, a água poderá se elevar a nível planetário a dezenas de centímetros, o que significa que muitas ilhas e zonas costeiras serão em breve completamente inundadas. Fonte

As Maldivas está localizado entre a Índia e África, esta nação insular está em extremo perigo de naufrágio.

O ex-presidente das Maldivas, cogitou comprar de terras no Sul da Ásia para transplantar toda a população das Maldivas antes que as ilhas desapareçam no mar.

maldivas_mapa

maldivas
Referência: toplists  Fotos: FotoCapaFoto1, Foto2, Foto3, Foto4, Foto5, Foto6, Foto7, Foto8, Foto9, Foto10, Foto11, Foto12, Foto13, Foto14, Foto15, Foto16

Comentários