A maioria das pessoas não querem “não fazer nada o dia todo”.

Temos esperanças, sonhos, objetivos e ambições.

Queremos contribuir para o mundo, torná-lo um lugar melhor, não simplesmente “aposentar” nele para uma vida de “lazer”.

Para a maioria de nós, as perspectivas de ficar descansando na praia, viver em navios de luxo e espreguiçar durante todo o dia pode parecer bom por um curto período de tempo, mas que possuem pouco fascínio para nós a longo prazo.

Então, o que realmente importa na vida?

Para achar a resposta podemos passar por até seis temas principais:

  1. Riqueza
  2. Saúde
  3. Relações
  4. Contribuição
  5. Vocação ou Sentido de Vida
  6. Felicidade

Riqueza


Alguns tem mais, alguns tem menos, mas a maioria das pessoas concordam que, embora possa ser usado para comprar casas, carros esportivos e jantares finos, a riqueza por si só não gera significado para a vida.

A partir de um nível de renda médio, a quantidade de dinheiro que você tem, tem pouca correlação com você ser feliz ou não. 

Dr. Thomas Gilovich, um professor de psicologia na Universidade de Cornell que estuda a questão do dinheiro e felicidade por mais de duas décadas concluiu que:

Nós compramos coisas para nos fazer felizes, e termos sucesso. Mas só por um tempo. Novas coisas são excitantes para nós no início, mas depois nos adaptamos a elas e as mesmas já não geram mais felicidade

Aqui já postamos um Estudo explica porque as experiências trazem mais felicidade que as coisas que temos.

felicidade-yogui-co

Saúde


É criticamente importante para aproveitar a vida.

Boa saúde é uma combinação de sorte, um estilo de vida saudável (físico, mental e espiritual), cuidados médicos acessíveis quando necessário. 

Saúde é considerado um dos pontos chaves que devemos realmente estar atentos.

Afinal, com uma saúde estável podemos evoluir todas outras áreas da vida, quando se instala doenças, o foco da vida fica direcionado apenas para elas, impactando em todas outras áreas.

Então, tentar cuidar da saúde com hábitos saudáveis é uma das coisas importantes da vida.

saude-yogui-co

Relacionamentos


São muito importantes.

A grande maioria valoriza claramente suas relações com amigos, membros da família e a sociedade.

Nossas relações são chave para nosso bem-estar emocional como seres de convivência. Essas relações não se restringem apenas entre humanos e humanos. 

Muitos tem profundas relações de amizade com animais.

Outros tem um convívio harmônico com a natureza e não necessitam tanto de relações humanas.

A questão fundamental é que o ser humano precisa se relacionar para ter um sentido maior na vida, seja com pessoas, animais, natureza ou qualquer outro tipo de relação que não mencionamos aqui. 

relacionamento-yogui-co

Contribuição


A maioria dos seres humanos tem uma vontade nata de contribuir para o mundo, muitos acabam perdendo a linha nessa vontade e impactaram o mundo sim, mas de maneira negativa que acabam gerando sofrimentos para vários outros seres.

Mas intimamente temos essa vontade nata de deixar um legado, de contribuir para melhorar a vida de todos os seres. 

Muitos de nós, pensamos intimamente em como resolver problemas da humanidade como fome, pobreza extrema, guerras, proteção de animais, natureza, educação e diversos outros temas. 

Sentir que está contribuindo para melhorar o mundo é uma das questões que mais motiva o ser humano e considerada crucial para gerar um sentido de vida em nós humanos.

O propósito da vida é uma vida de propósito. Robert Byrne

Vocação ou Sentido de Vida


Qual é meu propósito pessoal de vida? Qual é a minha vocação?

Deveríamos sempre nos fazer essa pergunta em cada decisão que tomamos na vida.

Acredito, junto com vários outros pensadores e até religiões que todo ser humano tem uma vocação nata que nasceu com ele, é algo que o faz brilhar internamente e que o motiva por si só. 

Descobrir qual é nossa principal vocação é um dos pontos cruciais para ter um sentido profundo na vida.

Quanto mais nos distanciamos desse nosso propósito único, mais infelizes e incompletos nos sentimos. 

Muitos escolhem que profissão seguir baseado no mercado, em qual paga bem, qual é a nova tendência e etc. 

Mas essas escolhas deveriam ser baseadas em nossa vocação nata no mundo.

Mas o problema é,  a maioria das pessoas não tem ideia de qual seja sua vocação ou propósito de vida, aquele algo que os faz suspirar e lhe dá brilho nos olhos.

Descobrir esse propósito deveria ser uma das principais tarefas diárias de cada ser humano. 

Nesse post damos uma ajuda de como você pode descobrir seu Sentido de Vida: Como descobrir seu sentido de vida em 20 minutos

vocacao

Felicidade


A tão falada e sonhada felicidade é o objetivo último de todos nós e de todos outros seres.

Todo ser vivo busca a felicidade e se afastar do sofrimento. Quando alguém vai matar uma barata e ela corre, ela simplesmente está buscando se afastar do sofrimento como nós humanos.

A busca da felicidade não é uma questão específica dos humanos, mas de todos os seres.

A felicidade é um estado mental e emocional e não uma “realidade” física em si.

Uma pessoa pode estar muito mais feliz e radiante agora no Iraque do que outra na Suíça

Esse estado mental está intimamente ligada com alguns pontos que mencionamos acima. 

O que mais impacta na felicidade é o item da Vocação ou Sentido de Vida. 

Felicidade é uma atitude que se cultiva a partir de dentro.”Buda

meditacao-yogui-co Todas fotos: shutterstock

Comentários