Escovar dentes, tomar banho, pentear os cabelos, dormir, acordar, almoçar e etc são situações que fazem parte da rotina da maioria dos seres humanos, mas além disso, hoje também entrou na rotina ver diariamente dezenas de vezes o Facebook. E sempre que vamos no Facebook é recorrente em todos amigos, conhecidos e agregados fotos de momentos felizes, ou seja, todo mundo está feliz só eu que não ?

O questionamento “Todos estão felizes só eu não? leva várias pessoas a depressão e outras tipos de apatia. O mundo digital não é o mundo real, mas está se tornando, já que existe uma apologia consistente a “felicidade”, mesmo que ela seja disfarçada. Dor, sofrimento, tristeza, momentos de baixa são comuns na vida e todos passam por isso também, tudo na natureza é dual, tem dois lados da moeda, chuva-sol, noite-dia, inverno-verão, vida-morte …. Então tentar ou buscar estar sempre na crista da onda é uma ilusão vendida nas redes sociais. 

As redes sociais são uma realidade que não podemos negar, está em nossa vida atual, nos ajuda em vários aspectos, nos abre novas possibilidades, nos expande a novos conhecimentos, nos ajudar a divulgar causas nobres, mas cada um deve estabelecer um limite para esse excesso de exposição.

Shaun Higton criou o curta “What’s on your mind?“, “O que você está pensando?”, onde  questiona toda essa “felicidade” aparente das redes sociais e senão estamos perdendo muito tempo tentando parecer felizes e assim perdemos realmente a possibilidade de ser. 

Veja o vídeo e se questione sozinho até que ponto tudo são só flores.

 

Comentários