O momento da gravidez é para muitas mulheres considerado o ponto máximo de sua existência, mas nem sempre esse momento mágico é respeitado no momento do parto.

A violência obstétrica no parto é um fato no Brasil, segundo pesquisa da Fundação Perseu Abramo ocorre algum tipo de violência no parto de 1 em cada 4 mulheres. Pode parecer que não é tão comum, pois não ocorreu com nenhum parente ou amigo próximo mas isso é mais comum do que se imagina.

parto_16  

O tocante e corajoso projeto 1:4 Retratos da Violência Obstétrica da fótografa Carla Raiter e da produtora cultural Caroline Ferreira veio para conscientizar as pessoas sobre o assunto , segundo elas o projeto 1:4 ” é um projeto fotográfico que busca materializar as marcas invisíveis deixadas por esse tipo de violência e traz à luz uma reflexão sobre a condição do nascimento no Brasil e as intervenções desnecessárias que ocorrem no momento do parto.” 

A violência obstétrica pode se manifestar no impedimento de ter um acompanhante no parto, na falta de liberdade para escolher onde e como parir, na privação de água e alimentação, na falta de um carinho no momento da dor, no protagonismo que não foi permitido.

Muitas mulheres sofrem caladas essas e outras violências vividas no corpo e na alma em um momento de suas vidas em que deveriam se sentir plenas, respeitadas e renascendo junto a seus filhos. Mulheres rompem o silêncio e têm suas histórias retratadas em partes de seus corpos, em uma linguagem que as trata de forma serializada, anônima e sem considerar sua individualidade, assim como fazem os protocolos médicos nas maternidades públicas e privadas brasileiras

Consciente-se ! parto_01 parto_02 parto_03 parto_05 parto_06 parto_07 parto_08 parto_09 parto_10 parto_11 parto_12 parto_13 parto_14Via : Hypeness

Nós do Yogui.co fizemos recentemente um post sobre parto humanizado de como a mulher deve se informar e agir já quando sabe da gravidez para que esse tipo de violência não ocorra. Veja o post http://yogui.co/nascimento-consciente-parto-humanizado/

Comentários