Pense por um momento, você é LIVRE?

Claro que a escravidão já foi abolida há muito tempo, mas e o tipo de escravidão que nós mesmos nos colocamos? Por exemplo:

– Você já passou por algum constrangimento no trabalho ou foi obrigado a fazer algo que não concordava e queria jogar tudo pro alto, mas não pôde por depender do emprego?

liberdade financeira-05Fonte: Desconhecido

Seu estilo de vida: o tamanho da casa onde mora, o carro que você dirige, os lugares que você frequenta realmente refletem a sua vontade? ou sente alguma decepção no caminho trilhado ?

liberdade financeira-08Fonte: manuscrito

– Você consegue praticar o seu hobby predileto tanto quanto gostaria? Ouvir música, ler livros, pintar, viajar…

liberdade financeira-06Fonte: skate

– Você tem alguém que gostaria de ajudar mais (seja um amigo com problemas ou um familiar doente) mas  não consegue?

liberdade financeira-07Fonte: reflexao

Talvez as respostas não sejam bem aquelas que você gostaria…

Para todas estas questões, existe um fator comum a todas elas: DINHEIRO (ou a falta dele). Talvez você poderia pensar: “se eu ganhasse na Mega Sena todos os meus problemas estariam resolvidos”. Será mesmo? Fiz uma pesquisa sobre alguns ganhadores pelo mundo, olha o resultado:

– Michael Carroll, inglês, ganhou R$ 26 milhões na loteria em 2002. Hoje é lixeiro.

– Jack Whittaker ganhou o maior prêmio já concedido pela loteria americana: US$ 315 milhões. Acabou com tudo em 4 anos. Hoje está sem dinheiro e sem família

– Billie Bob Harrell ganhou US$ 31 milhões em 1997. Foi à falência e se suicidou.

– O baiano Antonio Domingos, 1983, ganhou o equivalente hoje a R$ 30 milhões. O dinheiro durou apenas 5 anos.

– Outro baiano: Nivaldo Eduardo. Em 1972 foi um dos primeiros a ganhar na loteria esportiva. Hoje é guardador de carros

Não precisamos ir tão longe: pense em você mesmo em relação ao seu 1º salário. Provavelmente nesta época você pensava “quando eu ganhar mais tudo será mais fácil”. Atualmente você deve ganhar umas 5x ou 10x mais do que o 1º salário. E aí? Os problemas aumentaram ou diminuíram? Se você perder o emprego atual provavelmente estará em mais apuros do que se perdesse aquele 1º emprego, não é?

A verdade é que, quando achamos que o DINHEIRO é a solução, quanto mais se ganha, mais se gasta. Acrescente EDUCAÇÃO FINANCEIRA e você perceberá que o DINHEIRO não é a solução, mas sim uma ferramenta poderosa que pode ser utilizada para o bem ou para o mal (assim como uma faca bem afiada que pode ser usada para matar ou preparar uma bela refeição).

liberdade financeira-10Fonte: Fame

Agora, vamos analisar melhor essa tal de EDUCAÇÃO FINANCEIRA. Se você já leu algum livro ou assistiu alguma palestra sobre o assunto, deve ter escutado as seguintes lições:

“Gaste menos do que ganha”

“Separe 10% assim que receber o salário”

“Não se endivide no cheque especial e cartão de crédito”

“Pague à vista”

“Entenda os investimentos que você faz”

Todas essas coisas não parecem óbvias? Por que então é tão difícil para a maioria das pessoas? Para achar a resposta, vamos fazer uma comparação com EXERCÍCIOS FÍSICOS: a educação física na escola garante alguém de ser saudável na fase adulta? Ler um monte de livros sobre condicionamento físico e musculação faz alguém ter um corpo bonito? Já conseguimos perceber que somente CONHECIMENTO não adianta quando não é colocado em prática.

Porém somente colocar em prática também não adianta! Quantas vezes vocês não colocou em prática algum plano, para desistir algum tempo depois? Veja o caso do regime: o resultado de colocar em prática somente por 1 semana é o mesmo de não fazer nada. O que precisa realmente é DISCIPLINA! Isso significa colocar em prática e persistir, mesmo que no começo seja chato ou gere incômodos.

A conclusão a que chegamos é que a tão desejada LIBERDADE custa caro! E não estamos falando somente de DINHEIRO. Dá para resumir em uma fórmula:

DINHEIRO + EDUCAÇÃO FINANCEIRA + DISCIPLINA = LIBERDADE

liberdade financeira-11Fonte: ideiaweb

DINHEIRO todos nós temos – pelo menos a maioria que recebe algum tipo de renda. Você pode dizer que não ganha o bastante, mas como mostrei através dos ganhadores da loteria, quanto seria o bastante? A LIBERDADE está menos relacionada a quanto se ganha e sim mais relacionada a quanto se gasta.

EDUCAÇÃO FINANCEIRA realmente exige estudo e dedicação. Além dos conceitos básicos que apontei, existem muitos outros mais complexos que envolvem investimentos, seguros, impostos, cenário econômico nacional e internacional etc…

DISCIPLINA também é um fator na equação difícil de equilibrar, afinal depende de cada um e simplesmente a maioria desiste no meio do caminho.

Pelo jeito, o requisito da equação mais fácil de conseguir é o DINHEIRO (quem diria não?). Mas então, como fazer com a EDUCAÇÃO FINANCEIRA e a DISCPLINA? Vou indicar dois caminhos:

1)      Ser Autodidata: estudar por conta própria todas as áreas que envolvem o planejamento financeiro (gestão financeira, gestão de ativos, gestão de riscos, planejamento tributário, planejamento sucessório e planejamento de aposentadoria) e acompanhar notícias de jornais e revistas para entender os desafios e oportunidades que afetarão suas finanças. Além disso, manter a DISCIPLINA por conta própria para que o planejamento seja realmente seguido. Infelizmente, são pouquíssimas as pessoas que tem este perfil.

 2)       Procurar a ajuda de um especialista: caminho indicado para quem não se interessa ou não quer dedicar tempo para se aprofundar neste tema. Neste caso, você pode contar com um Planejador Financeiro Pessoal que é um especialista no assunto e poderá lhe guiar no seu planejamento. Assim como um professor de academia ou um nutricionista, o seu Planejador entenderá as suas necessidades e traçará um plano personalizado, levando em consideração a sua realidade. Além disso, através de reuniões periódicas, a DISCIPLINA também é treinada já que o Planejador cobrará de você as “tarefas” que foram acordadas na reunião anterior, medindo assim o seu avanço. Sendo planejador financeiro de várias famílias há vários anos, percebo que este caminho é o mais indicado para a maioria das pessoas e o que traz mais resultados!

Perceba que a LIBERDADE não é conseguida com “desprezo” ao DINHEIRO, pelo contrário, quanto mais perdemos o controle de nossas finanças, mais ficaremos dependentes dele e mais longe do objetivo máximo que seria a independência. Por outro lado, se conseguimos manter o dinheiro sob controle e, mais ainda, fazendo-o trabalhar por nós através dos investimentos, maior será o tempo livre para irmos atrás daquilo que a nossa consciência pede.

Quero finalizar deixando o convite para que você reflita sobre a LIBERDADE que tanto deseja e o que realmente tem feito para atingi-la. Se o seu perfil não for aquele de fazer tudo por conta própria, talvez seja a hora de procurar um especialista para ajudar no seu planejamento. Quando tiramos o obstáculo DINHEIRO do caminho, temos uma visão mais clara sobre o que é realmente importante para nós.

“A melhor maneira de prever o futuro é construindo-o”

Peter Drucker

Desejo-lhe um futuro próspero e abundante, cheio de realizações!

viagens-propaganda

Comentários