A obesidade tornou-se um problema enorme nos Estados Unidos, no Brasil e no mundo. É relatado que 1 em cada 3 americanos são obesos atualmente. E no Brasil, o Ministério da Saúde adverte que quase metade (50%) da população brasileira está acima do peso.

Em seu artigo, Os americanos são enormes: 5 Razões surpreendentes porque podemos estar engordando, da autora Martha Rosenberg observa que o peso do americano médio aumentou 10 kg nas últimas quatro décadas entre 1960 e 2000, esse é um problema que ela acredita está associado a 5 fatores-chave.

Esses fatores podem ser surpreendentes para a maioria, considerando que nenhum deles menciona a causa mais discutidas do ganho de peso: calorias.

Considerando que excesso de calorias definitivamente fazem uma parte crucial da equação, há uma série de outros fatores ambientais e de estilo de vida que são suscetíveis de desempenhar um papel muito mais significativo, principalmente porque a maioria das pessoas não percebem que são afetados por elas (e, portanto, não conseguem resolvê-las).

 

#1 Antibióticos na Comida e Medicina

A maioria das pessoas não conseguem entender a forte ligação entre o nosso micro-bioma e ganho de peso. Evidências sugerem uma ligação entre o uso excessivo de antibióticos ligadas diretamente ao ganho de peso.

Há uma tendência comum das pessoas tratar qualquer pequena infeção com antibióticos. O problema com o uso excessivo de antibióticos é que ele mata as boas bactérias no seu intestino. As bactérias benéficas (probióticos) são, de fato, extremamente cruciais para a sua saúde.

O EUA usam cerca de 30 milhões de libras de antibióticos a cada ano para criar animais que serão consumidos. Os antibióticos são usados ​​para evitar doenças e também para gerar ganho de peso aos animais.

A pesquisa sugere que a carne dos animais contém antibióticos e  têm o mesmo efeito sobre os seres humanos que as consomem.

No Brasil, o consumo de carnes é diário, assim a população consome diariamente antibióticos através do consumo dessas carnes.

antibioticos-frango

#2 Outra droga geradora de crescimento em Animais de abate

Outros medicamentos usados ​​para engordar animais também geram ganho de peso em humanos. Ractopamina é um exemplo. Esta droga beta-agonista funciona como um propulsor de crescimento por aumento da síntese de proteínas, gerando assim mais massa muscular.

Na medicina humana, beta-agonistas são também encontrados em medicação para a asma, e ganho de peso recorrente é de fato uma queixa comum entre pacientes com asma que usam Advair (uma droga beta-agonista) – tanto que o fabricante acrescentou nos efeitos secundários o ganho de peso.

Em alguns países é proibido o uso de crescimento potenciadores em animais, e por boas razões. Essas drogas têm sido conhecidos por causar infertilidade, defeitos de nascimento, deficiência, e até mesmo a morte.

E no Brasil?  Claro que não é proibido, heee. Em 2013 a Rússia detectou Ractopamina em carnes brasileiras e informou que iria suspender importação de carne brasileira caso continuassem usando a droga para engordar o gado.

antibioticos-vaca

#3 Desreguladores endócrinos

Você deve estar se perguntando o que tem a ver meus produtos de limpeza com eu estar acima do peso.

Muitos produtos domésticos comuns contêm desreguladores endócrinos, alguns dos quais são estruturalmente similares ao estrogênio e hormônios: como, portanto, podem afetar as funções corporais normais de uma pessoa.

Uma grande variedade dessas substâncias podem ser encontradas em muitos produtos da vida cotidiana como garrafas plásticas, latas de alimentos de metal, detergentes, alimentos em geral, brinquedos, cosméticos e pesticidas.

Exemplos incluem bisfenol-A (BPA), PCBs, ftalatos, triclosan, defensivos agrícolas, e retardadores de fogo.

desreguladores-endocrinos-limpeza

Certos produtos químicos agrícolas também, o glifosato em particular utilizado largamente na monoculturas de milho, soja, acúcar, trigo no Brasil e EUA podem afetar diretamente o seu peso por destruírem bactérias intestinais saudáveis.

Uma pesquisa recente mostrou que o glifosato provoca extrema perturbação das funções e ciclos de vida e afeta as bactérias benéficas. Além de alterar sua flora intestinal, o glifosato também gera grande impacto ambiental no planeta.

Já falamos do Glifosato aqui e os diversos problemas causados por essa droga da Monsanto.

glifosato-soja

#4 Adoçantes artificiais (AS)

Mais uma vez, há um equívoco enorme quando se trata de AS. Eles são comercializados como “diet“, mas a pesquisa sugere o contrário.

Como tem sido mostrado, os AS estimulam o apetite, aumentam o desejo por carboidratos e estimulam o armazenamento de gordura e ganho de peso.

AS enganam nosso cérebro em pensar que está recebendo açúcar, e quando o açúcar não chega, os sinais do cérebro estimulam a necessidade de carboidratos.

Um estudo citado em um artigo recente do Democrat & Chronicle

Verificou-se que os bebedores freqüentes de refrigerantes diet tiveram aumentos da circunferência da cintura 500 por cento a mais em relação a não-bebedores de refrigerante diet.

bebidas-diet-perigoComo-os-Adoçantes-Artificiais

#5 Publicidade desleal dos Junk Food

As crianças são o principal alvo para essa publicidade. Claramente, podemos ver isso em linhas de supermercados, onde barras de chocolate, doces e refrigerantes estão estrategicamente posicionados nos níveis oculares das crianças.

Este tipo de marketing deve estar funcionando, porque uma em cada três (1/3) crianças nos EUA hoje são obesas. Este tipo de estilo de vida é, obviamente, prejudicial para as crianças tanto física como emocionalmente.

obsedidade-infantil

As crianças estão agora expostas ao marketing via licenciamento da marca, ao posicionamento dos produtos, nas escolas, publicidade viral, DVDs, jogos e Internet. De acordo com um relatório 2013 pelo Instituto de Medicina do EUA (IOM), crianças de 2-11 vêem atualmente uma média de mais de 10 anúncios na televisão de alimentos por dia.

junk-food-marketing-

O Relator Especial das Nações Unidas sobre o direito à alimentação, Olivier De Schutter, advertiu recentemente que “A obesidade é uma ameaça à saúde mundial maior do que o uso do tabaco.

A Sociedade Americana de Oncologia Clínica (ASCO) também emitiu recentemente uma declaração sobre a obesidade e câncer, diz que:

“A obesidade está alcançando rapidamente o tabaco como a principal causa evitável de câncer.”

Durante Organização Mundial da Saúde anual, Oliviier De Schutter pediu as nações para unir forças e criar regulamentações mais rigorosas em alimentos não saudáveis, declarando:

“Assim como juntos regulamos os riscos do tabaco, uma convenção corajosa deve incentivar o consumo de alimentos adequados”
junk-food-marketing

Grandes corporações analisam enfaticamente como influenciar seu filho a desejar um alimento com foco no lucro e não na saúde do seu filho.

Proteja-o dessa influência na fase infantil, pois o que ele aprender a comer na infância impactará diretamente em suas escolhas na adolescência e fase adulta.

junk-food-marketing-children2junk-food-marketing

Como evitar os fatores acima de ganho de peso

Como mencionado anteriormente, uma das principais formas de evitar o ganho de peso é examinar a qualidade do alimento que você está comendo, e não a quantidade (calorias).

Os alimentos orgânicos que já frisamos diversas vezes aqui, na sessão saúde temos diversos posts falando da importância de orgânicos e etc.

O orgânicos não contém conservantes químicos nocivos, hormônios ou pesticidas que causam ganho de peso. Fique longe de alimentos excessivamente processados. Veja os 10 ingredientes que você nunca deveria comer novamente.

Quanto maior o prazo de validade de um alimento, menor seu prazo de vida

porrada-junk-food

Se os alimentos são anunciados, é quase certo que eles são ruins para você. Quando foi a última vez que você viu um comercial maçãs orgânicas na televisão? rss!

Compre orgânicos, alimentos integrais, e cozinhe a partir do zero. Isto reduz automaticamente o seu consumo de açúcar, que é a causa raiz de resistência à insulina e ganho de peso. Se você comprar produtos orgânicos, você também estará reduzindo sua exposição a pesticidas e ingredientes geneticamente modificados, você evitará adoçantes artificiais automaticamente, gorduras e transformados prejudiciais.

Além dos benefícios individuais estará ainda fazendo um bem danado para o meio ambiente, boicotando grandes latifundiários que derrubam florestas para plantar grãos transgênicos e/ou pasto para animais. A natureza agradece e sua saúde também.

As gorduras saudáveis ​​são essenciais, para se certificar que você não está consumindo as gorduras erradas. Fontes de gorduras saudáveis ​​para adicionar à sua dieta inclui abacate, coco e óleo de coco, óleos de nozes orgânicas, castanhas, nozes e sementes cruas.

Opte por recipientes de armazenamento de vidro para evitar desreguladores endócrinos.

recipientes de vidro

Vá aprendendo em sua jornada, e tome as rédeas de sua alimentação e não dependa exclusivamente de grandes empresas para fabricar e sugerir seus alimentos, saia da situação de passivo para ativo, pois o que está em jogo é você.

Se você tem alguma sugestão ou história sobre mudança de alimentação, melhoria de vida através de alimentação saudável, Compartilhe aqui, deixe seu comentário que com certeza irá ajudar muitas outras pessoas.

Fotocapa, Foto1, Foto2Foto3, Foto4Foto5Foto6, Foto7Foto8, Foto9, Foto10, Foto11, Foto12, Foto13

Comentários