Em Piplantri Village, em Rajasthan na Índia, existe uma tradição incrível que é praticada toda a vez que nasce uma menina. Esta tradição benefícia tanto o planeta com os moradores.

Para celebrar a nova vida e criar um planeta mais positivo, a comunidade planta 111 árvores a cada nascimento.

Este brilhante exercício de eco-feminismo sem dúvida pode inspirar o resto da Índia e todo o mundo“, por Folomojo.

O que inspirou essa tradição? A idéia é de que uma população humana crescente nunca deve ser um custo para o planeta. É um conceito extremamente eco-amigável que ajuda a preservar o futuro do nosso planeta a cada nova geração.

Os moradores da vila também reúnem 21.000 rúpias entre si e recolhem 10.000 rúpias dos pais da criança. O total de 31.000 rúpias que corresponde a US$ 500 se converte em um depósito único até a criança completar 20 anos.

Os pais têm que assinar uma declaração, afirmando que a sua filha irá receber uma educação adequada. O depoimento também afirma que a garota só deve ser casada quando atingir uma idade legal. Por fim, as árvores plantadas depois de seu nascimento devem ser devidamente cuidadas. Os pais são legalmente vinculados a este depoimento. É um esforço da comunidade para garantir a sobrevivência das árvores.

O objetivo dos aldeões não é apenas plantar árvores como uma cerimônia, mas sim, que elas sobrevivam por longo tempo. Eles plantam aloe-vera perto das árvores para protegê-las de cupins, e os produtos de aloe-vera se tornam uma fonte de renda para comunidade.

Shyam Sundar Paliwal, ex-líder da vila, sugeriu pela primeira vez esta tradição em homenagem a sua filha, que faleceu em idade jovem. Nos últimos 6 anos, mais de 250 mil árvores foram plantadas.

Os moradores também afirmam que não houve nenhum caso polícial na vila nos últimos 7-8 anos!

Fontetrueactivist India3India5India6India7india-6indiaIndia8 india-7

Comentários